orquestra Cultural
Publicado em 31/03/2016 às 13:02

Show reúne 20 artistas de música de raiz no EducaMais Jacareí

31/03/2016 - 03/04/2016

“Música de raiz nas vozes da cidade”. Esse é o nome do show que reúne mais de 20 artistas em um grande espetáculo no domingo (3), dia em que Jacareí comemora 364 anos de fundação, no EducaMais Jacareí (Av. Davi Monteiro Lino). As apresentações ocorrem em duas sessões, às 18 e 21 horas. Os ingressos gratuitos devem ser retirados uma hora antes no local.

Para o show são convidados o catireiro e violeiro Pedro Viola, Sebastião Martins (Mestre da Cultura Viva),Talita Ribeiro, Netho e Davy, Paraitinga e Maria Rosa (Paraitinga também é catireiro e Mestre da Cultura), Rene Ravari, Alexandre Vilela, Jean Lucas e Diogo, Leo e Jhone, Oreh Rodrigues e Daniel, Venito e Tony Frank, Os Filhos do Paraná, o trio Toni, Gildo e Beto Silva, o trio Dede, Valtinho e Sebastião Alves, Mirabel Viola e Santhiago, Paulo Caipira e Paulistinha, Luiz do Vale e Roberto Parente.

“É um show imperdível para quem aprecia a música raiz, um dos gêneros mais cultivados em nossa cidade”, destaca Sonia Ferraz, presidente da Fundação Cultural de Jacarehy José Maria de Abreu, responsável pela realização do evento.

O produtor Tony Cardoso reforça que o evento tem como objetivo valorizar a música raiz, que tem uma “ligação muito forte” com a cultura musical da cidade. “Aqui nasceu Diésis dos Anjos Gaia, o Ranchinho, da famosa dupla Alvarenga e Ranchinho. E até hoje nossa cidade é conhecida pela tradição da música raiz. Há mais de 50 anos que acompanho essa manifestação tão forte, tão relevante em nossa cidade. Esse show é uma homenagem a toda essa tradição mantida pelos artistas e prestigiada pelo povo jacareiense”, comenta Cardoso.

No show a dupla Mirabel Viola e Santhiago vai interpretar “Romance da Caveira”, um dos maiores sucessos da dupla Alvarenga e Ranchinho. O repertório do espetáculo inclui ainda “A Majestade e o Sabiá”, “Rancho Fundo”, “Menino da Porteira”, “Saudade da Minha Terra” e “Luar do Sertão”, entre outros.

Pontos de Viola – Além do ilustre filho da terra Diésis dos Anjos Gaia, o Ranchinho, lembrado por Tony Cardoso, Jacareí abriga violeiros, cantadores e catireiros que mantêm vivas a tradição da música raiz. Há inclusive pontos onde os violeiros se reúnem e que contam a presença de artistas convidados. O Cantinho da Viola, no Jardim São Luis, por exemplo, recebeu a visita do cantor Sérgio Reis, que fez questão de visitar o lugar quando passou por Jacareí. No distrito São Silvestre, o Rancho da Viola Branca é outro ponto de parada para muitos artistas.

E no Jardim Emília, está localizada a oficina do luthier Paulo Caipira, eleito Mestre da Cultura. A paixão pela viola, levou esse jacareiense se tornar não só compositor, mas também a confeccionar o próprio instrumento.

Faça um Comentário