400 (2) Lazer
Publicado em 04/08/2014 às 16:06

Espetáculo Cora Coralina terá novas apresentações em Jacareí

08/08/2014 - 10/08/2014

 

O espetáculo “Cora Coralina”, encenado pela Cia Teatro do Interior, de Jacareí, fará novas apresentações entre os dias 8 e 10 agosto. A  peça,  baseada na obra da escritora brasileira que dá nome à produção, será apresentada gratuitamente às 20h, no Espaço EducaMais São João e conta com o apoio da Fibria, por meio da LIC (Lei de Incentivo à Cultura). Já foram apresentados 10 espetáculos que reuniram 150 pessoas

O monólogo, interpretado por Ana Maturan,  foi inspirado em recortes das passagens autobiográficas da literatura de Cora Coralina e conta com roteiro dos irmãos Mallu e Luciano Santiago e direção de Marilda Carvalho com supervisão de José Rubem Siqueira.

Durante o espetáculo, Ana Maturan, na pele de Cora Coralina interage com uma enorme tela frontal em que são exibidas imagens que remetem à vida de Cora Coralina, desde a sua  infância.

A intenção do grupo teatral é proporcionar ao público uma experiência multissensorial, contextualizando a obra e deixando o espectador mais próximo da história contada.

 

Serviço. O Educa Mais fica na rua Chiquinha Schurig, 169, no bairro Jardim I, em Jacareí.

A entrada é gratuita e é aconselhável chegar com 1 hora de antecedência.

Sobre Cora Coralina

Cora Coralina é o pseudônimo de Ana Lins Guimarães Peixoto Bretas, escritora goiana, nascida 1889 e considerada um dos principais nomes da literatura brasileira. Sem muito estudo, escreveu seu primeiro conto aos 14 anos, mas seu primeiro livro só foi publicado aos 76 anos (“Poemas dos becos de Goiás e Estórias Mais”).

Doceira de profissão, Cora escrevia de forma simples e autêntica, sem se influenciar pelos modismos literários de sua época, já que vivia longe dos grandes centros urbanos. Seus poemas e contos registram fatos do cotidiano do interior brasileiro, em especial, de Goiás.

Quando casou-se, em 1910, mudou-se para o interior de São Paulo onde educou seus seis filhos. Vinte anos após ficar viúva, retornou à sua terra natal, onde sua criatividade ficou ainda mais aflorada. Faleceu em 1985, aos 96 anos.

 

Faça um Comentário